Busca: Nossos Servicos: RSS - O quê é isso?
Home do Blog Histórias

O conteúdo deste Blog é gerido pela equipe de jornalistas do portal Callcenter.inf.br

grube@callcenter.inf.br

EDS
Um leque de atuação
Data: 01/01/1962
Enviada por: Grube Editorial
grube@callcenter.inf.br
Em: 20/01/2009 às 17:00h
Ex-integrante da Marinha e ex-candidato à presidência dos Estados Unidos, além de um dos principais líderes da religião protestante no país, Ross Perrott praticamente inventou o moderno conceito de terceirização comercial ao criar, em 1962, no Texas/EUA, a EDS, pequena empresa de serviços computacionais em contratos de parcerias.
 
Impressionada com o caráter revolucionário de atuação da próspera empresa texana, a General Motors comprou a EDS em 1984, realizando um negócio que lhe permitiu multiplicar em 10 vezes o capital investido. Foi justamente nesse período, em 1985, que nascia a subsidiária brasileira, a EDS Brasil, com pouco mais de 200 funcionários, sendo basicamente o departamento de informática da GM, cuja subsidiária brasileira era seu único cliente na época.
 
A partir de 1996, já então uma empresa de capital aberto, a trajetória da EDS Brasil começou a ser marcada por um crescimento contínuo. E em etapas que configuram um leque variado de segmentos de atuação. A primeira fase de atendimento era quase exclusiva ao setor de manufatura, servindo à própria GM.
 
Já a inserção no mundo do contact center - aproveitando-se de toda sua plataforma de infra-estrutura tecnológica, gestão de processos complexos e seu expertise em prestação de serviços no conceito BPO (Business Process Outsourcing) - se deu com a ampliação da carteira de parceiros na qual se inseriu a indústria financeira. A oportunidade surgiu no contrato de parceria com a Visanet.
 
A partir de 2000, players das áreas de telecomunicações, energia, saúde, transportes, foram incrementando o leque, com contratos assinados com grupo Telefônica, Xerox, Braskem, Vale do Rio Doce, Tam, entre outras, além das já citadas GM e Visanet. Nos anos seguintes a EDS Brasil cresceu a uma base de 20% ao ano nas áreas de BPO.
 
Em 2006, a divisão de BPO da EDS Brasil já respondia por cerca de 20% dos negócios da empresa. E a área de offshore representava aproximadamente 12% de todas as atividades de BPO, com cerca de mil profissionais atuando somente nessa área. Eram 1.800 PA´s e 2110 posições de atendimento. Em 2008, a Hewlett-Packard (HP) anunciou a compra da EDS por US$ 13,9 bilhões.
[Comentários (0)] [Conte sua História] [Enviar por e-mail] [Regras]
Deixe seu comentário
Nome:
E-mail:
Comentário:
máximo caracteres.
 
 
 Histórias
2011 - 2010 - 2008 - 2007 - 2006 - 2001 - 1999 - 1998 - 1996 - 1995 - 1992 - 1990 - 1987 - 1980 - 1962 - 1917
 
Clientesa.com.br - Blog
Copyright © 2017 - Grube Editorial - Todos os direitos reservados
Powered byCantini Tecnologia